Achille Mbembe na Culturgest

 

Terça-feira, 9 de Outubro, pelas 18:30, no grande auditório da Culturgest, Achille Mbembe, autor de Crítica da Razão Negra e Políticas da Inimizade, dará uma conferência sobre o tema Um Mundo sem Fronteiras.

 

9 OUT 2018 | TERÇA-FEIRA | 18:30

Grande Auditório | Entrada gratuita* | Duração 2h

* Entrada gratuita (sujeita à lotação), mediante levantamento de bilhete no próprio dia a partir das 18:00

 

Mobilidade e circulação são experiências cruciais no mundo contemporâneo – experiências que nos fazem encontrar o outro, que nos permitem abraçar a diferença, abrir para outros modos de fazer mundo que exigem o exercício pleno da empatia. No entanto, a história da mobilidade mundial é também uma história de inclusões e exclusões, fronteiras e limites – geográficos, sociais, económicos e culturais. Superar essa dicotomia e abrir o mundo que compartilhamos exige práticas e reflexões arrojadas.

Um mundo sem fronteiras é o tema da conferência de Achille Mbembe (Camarões, 1957), professor de História e Política no Wits Institute for Social and Economic Research da Universidade de Witwatersrand (Joanesburgo, África do Sul) e em Harvard. Doutorado em História e Política (Universidade de Paris I-Panthéon Sorbonne e Instituto de Estudos Políticos em Paris), ensinou em Berkeley, Columbia e Yale. É membro da Academia Americana de Artes e Ciências e dirigiu o Council for the Development of Social Science Research in Africa, em Dakar (Senegal). Nesta cidade cocriou, em 2016, Les Ateliers de la Pensée, um espaço de debate vital e de encontro entre pensadores, académicos e artistas, do continente africano e suas diásporas.

Um importante pensador no campo da teoria crítica, da história, da estética e da filosofia politica, tem trabalhado extensivamente sobre a teoria pós-colonial e a política africana. Das suas publicações destacam-se On the Postcolony, Crítica da Razão Negra (prémio literário Geschwister Scholl, 2015) e Politicas da Inimizade. Em 2018 foi galardoado com os prémios Ernest Bloch e Gerda Henkel.

(texto retirado do site da Culturgest)

 

 


Partilhar esta publicação


← - + →