In Vino Veritas

Søren Kierkegaard

  • €0.00

«In vino veritas» é a primeira das três partes que constituem os Estádios no Caminho da Vida, livro publicado em 1845 por «iniciativa» de um tal Hilarius Bogbinder (uma das várias máscaras pseudonímicas de que Kierkegaard fez uso). O texto, que mantém uma analogia distante com O Banquete de Platão, integra vários discursos – de intenção cómica – em torno dos temas do amor e da mulher, supostamente recordados e narrados por William Afham (um outro pseudónimo do autor). As figuras intervenientes ilustram o chamado «estádio estético» da existência enquanto as partes II e III dos Estádios são dedicadas respectivamente aos estádios «ético» e «religioso». Os três «estádios» contudo estão longe de constituir etapas fixas de um devir comum aos indivíduos; pelo contrário Kierkegaard procura precisamente imaginar múltiplas possibilidades de pensar a «existência» múltiplos caminhos capazes de abrir os indivíduos à dimensão de infinito que escapa ao viver destituído de experiência poética.

  • tradução José Miranda Justo
  • 1.ª edição 2005
  • páginas 208
  • isbn 972-608-172-6

imprensa