Livros & Cigarros

George Orwell

  • €13.50

O jornalista não é livre, e tem consciência dessa ausência de liberdade, quando é obrigado a escrever mentiras ou a suprimir o que lhe parecem ser notícias importantes.

O último (e mais extenso) ensaio deste volume constitui um caso à parte na obra de Orwell. Em «Ah, Ledos, Ledos Dias» («Such, Such Were the Joys» no título original), ele revisita a sua infância e, em particular, as penosas experiências no colégio preparatório de St. Cyprian, tecendo críticas ferozes ao sistema de ensino e à mentalidade reinante na sociedade inglesa da época. Dado o cariz profundamente pessoal deste ensaio, Orwell, que o terá concluído em 1947, deixou instruções para que apenas fosse publicado após a sua morte, o que veio a acontecer. E é neste texto comovente que percebemos, enfim, a génese do espírito indómito de Orwell, a sua determinação em resistir à tirania e em manter a dignidade, numa palavra, a certeza de que os fracos têm direito a rebelar-se contra a ordem estabelecida.

  • TRADUÇÃO Paulo Faria
  • 1.ª EDIÇÃO 2010
  • PÁGINAS 184
  • ISBN 978-972-608-212-5

imprensa