A Serpente

Stig Dagerman

*
  • €15.30
  • Poupe €1.70

Quero destruir todas as redes que montámos em volta do medo, soltar as serpentes do seu fosso, deitar cacos de vidro na banheira de todos aqueles que afirmam ter procurado e encontrado a felicidade.

Reacção às imensas ruínas humanas deixadas pela Segunda Guerra Mundial, A Serpente (1945) é uma clarividente exposição da angústia social do século XX. Numa caserna militar, lugar onde a disciplina é o campo ideal do isolamento individual, pedagogia da submissão ao absurdo, a capacidade efabulatória de Stig Dagerman traduz-se numa riqueza imagética mordaz e precisa, em que os vários cambiantes do medo — social ou gregário — são cruelmente expostos. Mas a capacidade analítica do autor é de tal modo sincera, verídica, que a exposição dramática não cai nunca no patético; tudo é tragicamente verosímil. Stig Dagerman publicou este seu primeiro livro aos 22 anos. Acabará por suicidar-se a 4 de Novembro de 1954, na sua garagem. «Um acidente do trabalho do autor consigo próprio», escreve Olof Lagercrantz, seu biógrafo.

  • Título original Ormen
  • Tradução do sueco Ana Diniz
  • Ilustração da capa Gonçalo Duarte
  • 2.ª edição 2022
  • Páginas 288
  • Formato 13,5 x 21 cm
  • ISBN 978-972-608-410-5


*O preço final inclui 10% de desconto da editora (válido até 31/12/2022)
NÃO APLICÁVEL NOUTRAS CAMPANHAS EM CURSO

Também recomendamos