Os Tomates Enlatados

Benjamin Péret

  • €9.00

Opúsculo obsceno, sacrílego, libidinoso, impossivelmente violento, sobre as investidas de um visconde folgazão e da sua entourage pouco dada à abstinência.
Em 1928, nas catacumbas de Paris, aguardava-se com expectativa o volume final de uma profaníssima trindade de ficções surrealistas, que sucederia a História do Olho, de Georges Bataille, e a A Cona de Irene, de Louis Aragon. A obra foi censurada antes mesmo da sua publicação, quando a polícia, de visita a uma tipografia clandestina, deparou com as injuriosas páginas de um livro chamado Os Colhões Enraivecidos. O seu autor, Benjamin Péret, só viria a publicá-la em 1958 sob o pseudónimo Satyremont e com um título para toda a família. Adornado de sete beatíficas ilustrações de Yves Tanguy, Os Tomates Enlatados relata as sumarentas investidas de um visconde folgazão e da sua entourage avessa à abstinência, benzendo-as com poemas onde pais-nossos e ave-marias se entrelaçam com a mais debochada e prevaricadora linguagem. 
  • TÍTULO ORIGINAL Les Rouilles encagées / Les Couilles enragées
  • AUTOR Benjamin Péret (Satyremont)
  • ILUSTRAÇÕES Yves Tanguy
  • TRADUÇÃO Torcato Sepúlveda
  • POSFÁCIO Júlio Henriques
  • EDIÇÃO 2020
  • PÁGINAS 96
  • FORMATO DE BOLSO 10,5 x 15 cm
  • ISBN 978-972-608-376-4