*
  • €3.00

É bom notar que têm voz
os doutores em nada. Uma voz sem cátedra,
que assim a desconsagra. 

«Uma das razões mais tocantes desta escrita de Paulo da Costa Domingos reside precisamente na relativa indiferença com que sobrepõe ao vício da linguagem um outro vício mais radical: o da própria vida. Que possa ser sentida e pressentida como horror e conflito também pouco importa por sua vez a quem finda por a transfigurar numa outra dor: vocabular imaginativa convulsa.» (Joaquim Manuel Magalhães)

  • 1.ª edição 1995
  • Páginas 136
  • ISBN 972-608-080-0


*O preço final inclui 10% de desconto da editora (válido até 31/12/2021)
NÃO APLICÁVEL NOUTRAS CAMPANHAS EM CURSO

Também recomendamos