As Bênçãos da Civilização

Textos contra o Imperialismo e Outros Males

Mark Twain

  • €14.85

Não haverá salvação para nós que não seja adoptarmos a civilização e descermos ao seu nível?

O título é de escárnio e dispensa explicações: As Bênçãos da Civilização é uma colecção de ensaios, cartas, discursos e sátiras que revelam Mark Twain como o cronista da desonra americana. Em textos ferozes contra a guerra, o colonialismo e o racismo, escritos entre 1870 e 1908, Twain aborda tanto as infâmias dos Estados Unidos (Cuba arrancada aos Espanhóis, a carnificina nas Filipinas, a segregação de chineses na Califórnia, o linchamento de negros no Sul) como as tiranias das nações europeias no globo. Do pacifismo profano de «A Oração de Guerra» à candura corrosiva em «O Amigo de Goldsmith de Novo no Estrangeiro», passando pela grotesca personagem do «Solilóquio do Rei Leopoldo», As Bênçãos da Civilização é uma denúncia de patriotismos hipócritas e vocações civilizadoras – com o humor negro e perfurante de Mark Twain, em linhas de uma assombrosa actualidade.

  • TRADUÇÃO Luís Leitão
  • PREFÁCIO E SELECÇÃO DOS TEXTOS Fernando Gonçalves
  • ILUSTRAÇÃO DA CAPA Luís Henriques
  • 1.ª EDIÇÃO 2019
  • Páginas 240
  • ISBN 978-972-608-336-8