Aviso aos Alunos do Básico e do Secundário

  • €5.00

Tudo aquilo que pode ser destruído deve ser destruído para que as crianças possam ser salvas da escravidão.

Keats

Dentre as drogas legais, a escola é hoje uma das mais notáveis, por ser obrigatória. Este livro, que não é nenhum guia, vem pôr um conjunto de interrogações a propósito dum fenómeno veridicamente espectacular: como pode ainda a energia juvenil suportar a escola?

«Após ter arrancado o aluno às suas pulsões de vida, o sistema educativo passa a empanturrá-lo artificialmente, com vista a conduzi-lo ao mercado de trabalho, onde há-de continuar a recitar até à náusea o refrão aprendido nos verdes anos: que ganhe o melhor!

Mas ganhe o quê? Mais intligência sensível, mais afeição, mais serenidade, mais lucidez sobre si mesmo e sobre as circunstâncias, mais meios de agir sobre a sua própria existência, mais criatividade? Não senhor – mais dinheiro e mais poder, num universo que deteriorou o dinheiro e o poder à força de por eles ser deteriorado.»

  • Título original Avertissement aux Écoliers et Lycéens
  • Tradução Júlio Henriques
  • 1.ª edição 1996
  • Páginas 84
  • ISBN 972-605-057-6

imprensa