Brevíssima Relação da Destruição das Índias

Bartolomé de las Casas

  • €12.15

E ao romper da alva, estando os inocentes dormindo com suas mulheres e filhos, atiravam-se ao povoado, lançando fogo às casas, que comummente eram de palha, e queimavam vivos os filhos e as mulheres, antes de acordarem. E àqueles a quem poupavam a vida matavam-nos depois com tormentos, para que lhes dissessem de outros povoados com ouro, e aos que restavam marcavam-nos com ferros em brasa, a escravos.

Frei Bartolomé de Las Casas descreve nesta obra, com acerada pena, o inferno e a infâmia criados na América pelos tão celebrados descobridores quinhentistas. Esta Brevíssima Relação constitui por isso a primeira desmontagem sistematizada do colonialismo europeu, representando como tal um documento literário ímpar. No texto que neste volume se inclui como posfácio, do ensaísta espanhol Fernando Alvarez-Uría, completa-se a análise do que quase em simultâneo com a conquista militar dos povos «índios» levada a cabo a sangue e fogo veio a representar um dos maiores genocídios culturais da história, cujas repercussões nunca puderam ser varridas da vida real.

  • Título original Brevísima Relación de la Destrucción de las Indias
  • Tradução Júlio Henriques
  • Prefácio Hans Magnus Enzensberger
  • 1.ª edição 1990
  • Páginas 198
  • ISBN 978-608-051-7

imprensa