Céline de Camisa Castanha / Mea Culpa

  • €0.00

O Homem nunca teve, no ar ou na terra, senão um só tirano: ele próprio!

Céline

A Europa estava em guerra. As diatribes de Céline pareciam, e eram, uma forma objectiva de apoio a Hitler. Rebentaram as polémicas. Algumas delas atingiram a dimensão dos livros. É o caso deste Céline de Camisa Castanha, onde Kaminski, judeu alemão exilado na França, levanta a voz contra o anti-semitismo confesso de Céline. 

Mea Culpa é um ensaio aparentemente escrito por uma das muitas personagens celinianas. O pretexto era falar contra a União Soviética, que tinha acabado de visitar. Mas o texto vai mais longe. Fala contra o Homem, contra os outros, contra a solidariedade humana, contra a felicidade, contra o progresso, contra o humanismo.

  • Títulos originais Céline en Chemise Brune ou le Mal du Présent / Mea Culpa
  • Tradução Manuel João Gomes
  • 1.ª edição 1989
  • Páginas 110
  • ISBN 972-608-006-1

imprensa