Laocoonte

ou sobre as Fronteiras da Pintura e Poesia

G. E. Lessing

  • €18.00

Laocoonte arrancou-nos à desajeitada região da intuição para entrarmos nos livres territórios celestiais do pensamento.

Goethe

Laocoonte ou sobre as Fronteiras da Pintura e Poesia (1766), obra fundadora da estética moderna, moldou desde a sua publicação debates em torno da crítica e da teoria da percepção, influenciando áreas como a teoria da literatura e a história de arte. Estudo sobre o famoso grupo escultórico, provavelmente do século II a.C. — que retrata o suplício do sacerdote troiano e dos seus filhos, episódio narrado por Vergílio na Eneida —, Laocoonte foi um dos primeiros ensaios a abordar a natureza da poesia, como arte do tempo, e da pintura, como arte do espaço, traçando os seus limites, diferenças e domínios específicos, ao mesmo tempo que operou uma verdadeira libertação do ut pictura poesis horaciano. Laocoonte, numa prosa eloquente e de finíssima ironia, continua a suscitar vivas reflexões sobre o sentido da experiência artística.

  • TÍTULO ORIGINAL Laokoon oder über die Grenzen der Malerei und Poesie
  • TRADUÇÃO, NOTAS E POSFÁCIO José Miranda Justo
  • CAPA Monotipia de Carolina Celas
  • 1.ª EDIÇÃO 2021
  • PÁGINAS 320
  • ISBN 978-972-608-368-2


Também recomendamos