• €5.00

Historicamente a acção de Thaïs decorre na altura em que o cristanianismo foi poupado à perseguição e à clandestinidade pelo decreto de Constantino. É um livro intense, admirável não só pela elegância da escrita de Anatole France, como ainda pela tensão emocional e pelas pulsões várias que regista no seio de uma sociedade decadente que assiste ao advento de uma religião que marcará indelevelmente o devir histórico.

  • TRADUÇÃO Manuel Freitas
  • 1.ª EDIÇÃO 2003
  • Páginas 226
  • ISBN 972-608-158-0

imprensa