Matar Não é Crime

Edward Sexby

  • €3.00

Publicado na Holanda, em 1657, e atribuído a William Allen, Matar Não é Crime é um violento apelo à insurreição contra Cromwell, escrito por um dos seus antigos correligionários. É tido actualmente por um texto clássico no género dos tratados políticos contra o autoritarismo. A hábil manipulação dos textos bíblicos (que relembra a destreza retórica do seu contemporâneo António Vieira), o tipo de humor utilizado (comparado ao de Swift e de Quincey) e a mensagem intemporal contra o despotismo convertem este panfleto numa referência.  

  • tradução Manuel João Gomes
  • 1.ª edição 1984
  • páginas 69

imprensa